domingo, 1 de dezembro de 2019

Será que teremos Rally da bolsa em dezembro?




Todas as vezes que adentramos o mês dezembro, um questionamento vem à tona: teremos ou não rally de final de ano?

A bolsa brasileira já subiu mais de 23% de janeiro a novembro deste ano. Praticamente quatro vezes o desempenho da renda fixa (pós-fixada). Um ganho significativo. E obviamente todos os investidores de renda variável querem mais.

Sempre é bom lembrar que o fechamento de dezembro é icônico para os gestores de fundos de investimentos. É o mês de fechar o desempenho do ano. É o mês que marca a perfomance do fundo frente a outros produtos.

Ano passado não tivemos rally. O IBOV ficou de lado. O que foi muito bom, considerando a “sangria” do mercado americano em dezembro passado.

Neste ano o mercado externo está em alta por três meses consecutivos, nas máximas históricas, e, por enquanto, não há sinais gráficos de reversão.

Por aqui, o desempenho da economia é surpreendente. Já estamos colhendo bons frutos do ajuste fiscal e de outras reformas realizadas desde 2016.

Graficamente, o IBOV está pronto para novos patamares. Nas últimas duas semanas, o IBOV começou em baixa e fechou próximo das máximas. Um excelente sinal altista.

Desta forma, acredito que teremos alta nas próximas três semanas do ano (a última semana não conta, pois o Natal estará encravado no meio da semana e o mercado perderá sua liquidez habitual).

Meu alvo por Fibonacci: 113 a 115 mil pontos. Um potencial de alta de 5 a 6%, o equivalente a um ano de renda fixa. Para isso o IBOV não poderá perder os 105 mil pontos em fechamento.

Por último, uma constatação: as ações de empresas de menor porte (Small Caps) estão com um desempenho melhor do que as Blue Chips. Um aspecto típico do Bull Market estrutural: primeiro andam as grandes empresas, depois as menores. Quer uma prova cabal disso? Enquanto o BOVA11 subiu pouco mais de 8% desde o último fundo em outubro, o SMAL11 subiu 11%.

Assim, equilibre sua carteira para os próximos dias e, principalmente, para os próximos meses.

Em breve comentarei quais os setores da economia que poderão “performar” melhor em 2020. Até lá!

MJR

As opiniões postadas no blog são apenas posições do autor sobre o tema, e não constituem em si, recomendações de compra ou venda de ativos.